Blog da Folhinha

Um espaço de interação com a criança

 

Tempo de férias

O Blog da Folhinha vai tirar uma folga até o dia 3 de janeiro. Mas você pode reler todos os posts de 2009 e se preparar: a turma da Folhinha já está pesquisando muitas novidades que estarão no ciberespaço no próximo ano.

Para essas férias de verão, uma dica de passeio diferente é se embrenhar em uma gibiteca (biblioteca para quem adora de gibis!). Algumas delas contam com centenas de revistas de histórias em quadrinhos, álbuns, RPG e ainda têm oficinas e exposições.

Confira abaixo algumas gibitecas bem bacanas.

Gibiteca Henfil
Coleção com mais de 10 mil títulos entre álbuns de quadrinhos, gibis, periódicos e livros sobre HQ. Sua programação diversificada, envolvendo oficinas, palestras, exposições, exibição de filmes e jogos, atrai fãs e profissionais da área.
Onde: Centro Cultural Vergueiro (rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo).
Quando: de terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados (exceto Carnaval e Páscoa), das 10h às 17h. A entrada é permitida até 30 minutos antes do fechamento.
Quanto: grátis (informações: 0/xx/11/3397-4090 ou pelo e-mail gibiteca@prefeitura.sp.gov.br).

Gibiteca de Curitiba
Considerada a mais antiga gibiteca do país, foi fundada em 15 de outubro de 1982. Conta com um acervo com 25 mil itens, entre livros de RPG e sobre história em quadrinhos, mangás e revistas de super-heróis.
Onde: rua Carlos Cavalcanti, 533, Centro, Curitiba, PR.
Quando: de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 18h30; aos sábados das 14h às 19h.
Quanto: grátis (informações: 0/xx/41/3321-3250 ou pelo e-mail gibiteca@curitiba.org.br).

Gibiteca Monteiro Lobato
Possui cerca de 3.500 exemplares, entre gibis, álbuns, mangás, fanzines e RPG. O espaço, recém-inaugurado, também irá promover encontros e oficinas sobre quadrinhos.
Onde: biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato (rua General Jardim, 485, Vila Buarque, São Paulo, SP).
Quando: de segunda a sexta das 8h às 18h.
Quanto: grátis  (informações: 0/xx/11/3256-4122).

Gibiteca de Fortaleza
Inaugurada em abril deste ano, tem cerca de 4.000 revistas no acervo.
Onde: biblioteca Pública Municipal Dolor Barreira (av. da Universidade, 2.572, Benfica, Fortaleza, CE).
Quando: de segunda a sexta das 8h às 21h; sábado das 8h às 17h (informações: 0/xx/85/3254.3737 ou 3105-1299; http://gibitecadefortaleza.wordpress.com).

Escrito por Silvia de Moura às 18h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O que vem por aí

 
 

O que vem por aí


Você não pode deixar de ler a primeira Folhinha de 2010. Será a estreia do novo quadrinista da publicação. E nem pense que se trata de um veterano dos quadrinhos. Ele é um adolescente de 13 anos, que gosta de tocar guitarra e já ganhou prêmios com seus desenhos.

Mas você só vai ficar conhecendo o nome dele e outros detalhes sobre esse garoto talentoso lendo a Folhinha do dia 2 de janeiro.

Essa charge é um presente de boas-vindas do cartunista Adão Iturrusgarai para o novo quadrinista. Adão é um dos amigos dele. Os dois sempre trocam e-mails.

 


E esse simpático coelhinho é o Aderbal, um dos personagens criados pelo garoto. O Aderbal aparecerá em diversas aventuras na contracapa da Folhinha. Aguarde!

Escrito por Silvia de Moura às 15h19

Comentários () | Enviar por e-mail | Bastidores | PermalinkPermalink #

Fãs de quadrinhos

A primeira Folhinha de 2010 está especial. Nela, você vai ter várias dicas de como escrever HQs (histórias em quadrinhos). Enquanto a edição não chega às bancas, conheça duas meninas e um menino que criam suas próprias tirinhas.

O garoto João Pedro Bierrenbach de Morais, 13, que mora em São Paulo, ficou em segundo lugar em um concurso promovido pela Folhinha neste ano. O objetivo era desenhar o “mestre Yoda”, da série “Guerra nas Estrelas”. Bem antes do prêmio, ele já havia criado seus próprios personagens: Punk, um roqueiro de cabelo esverdeado, e Tony, um garoto de 11 anos, que está sempre tentando se dar bem, mas que entra em muitas furadas.
“Gosto de fazer desenhos para quem tem a minha faixa de idade ou é mais novo”, conta João Pedro. Ele já publicou duas tirinhas no jornalzinho da escola em que estuda.


Desenho de João Pedro

 

A paraense Carolline Rodrigues, 16, a Carol, criou “O Menino Chorão” aos sete anos, inspirada no irmãozinho caçula. Cinco anos depois, a garota publicou um livro -bancado pelos pais- com as aventuras do Chorão e sua turma. Ela conta que chegou a vender 90 edições em um único dia e que pretende lançar um segundo livro, continuação do primeiro. Carol é fá de Mauricio de Sousa. “Como tantas crianças, fui alfabetizada pela ‘Turma da Mônica’”, diz a adolescente, que pretende cursar a faculdade de direito e ter os cartuns como uma carreira paralela. No blog http://meninochoraoblog.blogspot.com/2008/05/notcias.html existe um “making of” sobre a maneira como ela inventa suas historinhas.


O Menino Chorão de Carol

 

A menina Jéssica Carolina Zilio, 11, ganhou menção honrosa no Salãozinho de Humor de Piracicaba deste ano. Ela mora naquela cidade e diz que foi a primeira vez que concorreu. Jéssica conta que gosta escrever poesias e de pintar. “Eu invento histórias usando os personagens da ‘Turma da Mônica’.” Entre seus desenhistas prediletos está Ziraldo, criador de “O Menino Maluquinho”.


Historinha ciada por Jéssica

 

 

Escrito por Silvia de Moura às 20h59

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pai de princesa

O escritor inglês Tony Ross, que tem 71 anos, bateu um papo com a Folhinha e contou como começou a escrever as aventuras de “A Princesinha”. As histórias da menina também podem ser vistas no canal pago Discovery Kids.

Além da série “A Princesinha”, Ross escreveu outros livros e fez uma adaptação de “Alice no País das Maravilhas”.
“Quando eu era pequeno, não gostava desse livro, que é maravilhoso. Antigamente, eu não o entendia. Por isso quis escrevê-lo de um jeito que todas as crianças possam entender. Senão, ele seria um daqueles ‘livros de domingo’, como minha avó dizia. Eram livros que as crianças liam aos domingos só por obrigação”, diz Ross.

A entrevista completa você poderá ver na primeira edição da Folhinha de 2010, que estará nas bancas no dia 2 de janeiro.

Dicas de leituras de obras de Tony Ross:

 


Outra Alice
“Aventuras de Alice no País das Maravilhas” (ed. WMF Martins Fontes; R$ 52,40) é a versão de Ross para a famosa história da menina que cai pelo buraco do coelho e vai parar em um lugar muito estranho. O texto está mais fácil, mas continua gostoso e divertido de ler.

 

Mundo invertido
“Morcego Bobo” (ed. WMF Martins Fontes; R$ 36,30) é outra história divertida, escrita em parceria com Jeanne Willis. Na floresta, todos acham que o morcego é maluco. Ele diz que a chuva molha seus pés e que o rio salpica suas orelhas! Mas a coruja mostra que o morcego enxerga as coisas de um jeito diferente.

 


Princesinha mandona
Em “Quero Meu Jantar” (ed. WMF Martins Fontes; R$ 31,40), a Princesinha quer tudo na hora em que ela manda. Mas acaba aprendendo que é sempre bom dizer “por favor”, quando pede uma coisa a alguém.

 

Escrito por Camilla Costa às 20h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pipoca nas férias

A Rádio Pipoca ganhou o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de 2009 na categoria melhor programa infantil. Foi bem merecido!


O programa é veiculado na Rádio USP FM 93,7 às segundas, quartas e sextas, às 9h30 e às 15h30.


A rádio feita especialmente para crianças traz várias histórias de diferentes culturas. Foi criada em 2006 por iniciativa da Flamma, produtora de conteúdo infantil. De lá para cá, já foram criadas 53 histórias.


No site www.radiopipoca.com.br, você pode ouvir narrativas como a de Atlântida, a ilha perdida, a de Ananse, o sábio, e a de Pégaso e Belerofonte. As lendas de Ícaro, da mandioca e de Ganesh também estão lá. Todas curtinhas, com uns cinco minutos de duração.


Comece as férias curtindo boas histórias.

Escrito por Gabriela Romeu às 18h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O ano que vai chegar


Quando a família de João vai morar em Pequim, capital da China, o menino de oito anos passa a aprender os costumes chineses.
Ele tem uma professora de mandaram, a língua oficial daquele país, que o convida para passar no Ano Novo na casa dela. Só que
o Ano Novo lá acontece na primavera!

O livro “Feliz Ano Novo! Um Passeio pela Cultura Chinesa” (ed. Escrituras; R$ 18), de Inty Mendonça e Mônica Krauz, explica o motivo
de os chineses festejarem usando roupas vermelhas e o por que da “Dança do Leão”, entre outras tradições. As ilustrações são de
Ricardo Girotto e Dave Santana.

Escrito por Silvia de Moura às 21h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Para não esquecer

 

A Folhinha separou algumas agendas que vão ajudar você a organizar melhor o ano que está chegando.

Confira abaixo.

 

As agendas Times vão agradar torcedores do Cruzeiro, Atlético Mineiro, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Vasco e Flamengo. Elas vêm com adesivos de vários tamanhos. (Tilibra; R$ 15,20 cada uma; www.tilibra.com.br)

 

A agenda Hot Wheels traz várias versões de carros turbinados na capa e bolsa plástica interna com marcador de páginas. (Tilibra; R$ 20,50; www.tilibra.com.br)

 

A agenda da turma Monokuro Boo vem com adesivos dos dois porquinhos criados pela japonesa San-X e régua plástica que funciona também como marcador de páginas. (Jandaia; R$ 27; www.cadernosjandaia.com.br)

 

A agenda da Alice traz adesivos brilhantes, pingente para celular e folhas personalizadas para anotar os e-mails, telefones e o endereço dos amigos. (Jandaia; R$ 27; www.cadernosjandaia.com.br)

 

A agenda do Piu-Piu vem com folhas extras para anotar recados, as dez coisas que você deseja que aconteça e os micos que pagou durante o ano de 2010. (Foroni; R$ 31; www.foroni.com.br)

 

A capa da agenda da Sininho é de plástico com relevo e glitter. Tem páginas para anotar o horário de aulas, notas e os aniversários dos amigos. (Grafon’s; R$ 19; www.grafons.com.br)

 

A agenda do Ben 10 tem espaço para atividades extras, calendário de trabalhos e provas e lembrete de aniversários importantes de cada mês. (Grafon’s; R$ 19; www.grafons.com.br)

 

A agenda do cachorrinho Snit traz marcador de página, bolsa de plástico e adesivos coloridos. (Confetti; R$ 53,50; www.confetti.com.br)



*Fotos Marcelo Justo/Folha Imagem

Escrito por Rosangela de Moura às 16h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Para bons exploradores

Se você é do tipo explorador, não deve deixar de visitar o blog do Museu da Vida, no Rio de Janeiro.

Uma turma muito antenada em ciência (Catarina Chagas, Raquel de Castro, Marina Ramalho e Luisa Massarani, que escreve a coluna "Se eu fosse..." na Folhinha) traz dicas e curiosidades da área para crianças no Clube do Explorador Mirim (http://exploradormirim.blogspot.com/).

Os últimos posts falam sobre astronomia (a cadela Laika que foi para o espaço), indicam vídeos bacanas sobre o mundo das formigas ou sobre como fazer um dino de dobradura e dicas de livros, sites e passeios para quem curte ciência, entre outros assuntos bem legais. Dê um pulo lá!

 

Escrito por Gabriela Romeu às 16h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ainda dá tempo de ver o Papai Noel


O mês está acabando e logo o Papai Noel vai partir com seu trenó para distribuir os presentes que as crianças pediram em suas cartinhas.

Se você dormiu no ponto e não escreveu a sua, fique calmo, porque ainda dá tempo de entregar a lista de pedidos ao bom-velhinho.

Em diversos pontos da capital, Papai Noel e seus fiéis ajudantes, os duendes e a Mamãe Noel, ainda estão esperando as crianças.

Depois de entregar sua cartinha, não perca a chance de tirar uma foto bem bacana com ele. 

A Folhinha foi a seis pontos nos quais o Papai Noel está e aproveitou o passeio para perguntar para algumas crianças o que elas haviam pedido.

Mamãe e Papai Noel no Shopping Ibirapuera (Foto Divulgação)

Shopping Pátio Paulista

 “Eu pedi uma câmera fotográfica dessas que quando cai no chão, não quebra.”
RAQUEL DA COSTA, 4

“Pedi um Playstation II para brincar com jogos de raciocínio.”
GUILHERME CAVALARIO, 8

“Ele ainda não me deu nada, mas pedi um vestido.”
NATALIA YUMI MELLO, 5


Shopping Metrô Santa Cruz

“Eu quero uma Guitar Hero.”
PAULO CÉSAR DE ALMEIDA, 6

“Ainda não escrevi a carta, mas vou pedir um carrinho de controle remoto.”
GABRIEL TONETO LUCIO, 6

Shopping Ibirapuera

“Eu não falei nada para ele, mas depois perguntei da minha cartinha e ele disse que já recebeu.”
MARIA EDUARDA ESPÍNDOLA, 6

“Já mandei uma carta para ele e pedi uma Barbie.”
KIRA SAMPAIO RESENDE, 7

“Já conversei com ele e pedi a boneca Remedinho.” 
MARIA EDUARDA CALDINI DIAS, 6

Shopping Pátio Higienópolis

“Eu não sei. Acho que vou pedir um par de patins.”
ISABELA FRANÇA, 4

“Pedi o Lego Star Wars, mas vou ver se peço algo mais.”
THOMAS LEWINDON, 6

“Quero um videogame e caminhões.”
RAFAEL RIBEIRO, 3

Bourbon Shopping

“Pedi uma MotoCross. O capacete eu já tenho.”
JOÃO MARCELO SANCHES, 5

“Dei um beijo no Papai Noel e pedi o Bidu.”
MARIA LUÍSA ZUPIROLLI, 2

“Pedi para o Papai Noel a boneca da Moranguinho.”
GABRIELA MACHADO, 3

Árvore de Natal do Parque Ibirapuera

“Eu quero uma pistola de água para brincar com meus amigos e também com meus pais.”
PEDRO HENRIQUE RIGOLA, 8

“Eu quero um carrinho, mas ainda não mandei a carta.”
LUIZ FERNANDO FRANÇA, 6

“Este ano ainda não escrevi, mas acho que vou pedir um Playstation II.”
ISABELLE CLARO, 8

 

 

Parque do Ibirapuera (Caio Pimenta/SPTuris)

 

 

 

 

Escrito por Marcelo Jucá às 19h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brincadeiras da África

 
 

Brincadeiras da África

Sabe como brincam meninos e meninas na África? O documentário abaixo mostra cenas de brincadeiras de crianças de uma pequena vila chamada Kitanda, no Congo.

Dá para perceber como muitas das brincadeiras de lá são iguais às brincadeiras de meninos e meninas do Brasil.

Só é uma pena a gente não conseguir entender o que as crianças falam no vídeo. Alguém sabe traduzir?!

Escrito por Gabriela Romeu às 18h29

Comentários () | Enviar por e-mail | Mapa do Brincar | PermalinkPermalink #

'Jir' é criança em kaigang

Dá para ficar um tempão no Youtube pesquisando produções (vídeos e animações) feitas por crianças ou com material feito por elas.

A gente encontra pérolas como um vídeo com desenhos de crianças da etnia kaigang feito para o Canal Futura.

No vídeo, você aprende várias palavras da língua dos kaigangs: "sa"é "cachoeira", "ka"é "árvore" e "jir" é "criança". Dê uma espiada abaixo.

Escrito por Gabriela Romeu às 00h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Crianças brincam de briga de galo

 
 

Crianças brincam de briga de galo

Pedro, 6, e Breno, 10, brincam de briga de galo em Goiás Velho (GO)

 

O Brasil é mesmo cheio brincadeiras! Durante as andanças da equipe da Folhinha pelo país, encontramos até criança que vira bicho quando brinca.
 
Na cidade de Goiás Velho, no Centro-Oeste,elas brincam de briga de galo, que funciona assim: uma criança escolhe duas palavras e escreve cada uma em um papel. Depois, ela prende cada papel nas costas de outras duas crianças, que serão os "galos".
Aí começa a briga, que é só de mentirinha. Os dois têm que ficar de frente um para o outro e tentar impedir que o adversário descubra sua palavra. Quem descobrir primeiro ganha!

Acompanhe outras brincadeiras aqui no blog e conheça muuuitos outros jeitos de se divertir no site do Mapa do Brincar (www.mapadobrincar.com.br).

Escrito por Camilla Costa às 21h28

Comentários () | Enviar por e-mail | Mapa do Brincar | PermalinkPermalink #

Bola mistureba

 
 

Bola mistureba

A equipe da Folhinha está circulando pelo país para coletar mais brincadeiras para o Mapa do Brincar (www.mapadobrincar.com.br). Por isso fique atento ao nosso blog!

Eu me aventurei por várias cidadezinhas e até capitais do Nordeste, onde encontrei brincadeiras inusitadas.

Por exemplo, em São Luís (MA), o menino Matheus Thiago de Souza, 10, ensinou que restos de materiais não precisam ir para o lixo! Podem rolar nos pés da meninada.

Matheus fez a bola (na foto acima) da seguinte maneira: enrolou papel, sacola plástica e passou fita adesiva várias vezes para juntar tudo.

E, melhor do que fazer a bola, foi marcar vários gols com ela!

Escrito por Gabriella Mancini às 12h48

Comentários () | Enviar por e-mail | Mapa do Brincar | PermalinkPermalink #

Todos os sons

 
 

Todos os sons

É um gostoso passeio sonoro o livro/CD “Quantas Músicas Tem a Música? Ou Algo Estranho no Museu” (ed. Peirópolis; R$ 38), que é lançado hoje, às 16h, no Sesc Pinheiros (r. Paes Leme, 195, tel. 0/xx/11/3095-9400; na sala de leitura, no 2º andar).

O lançamento conta a história de um museu onde instrumentos de vários lugares do mundo viviam quietinhos, até serem despertados e ensinarem canções de países como Guatemala, Portugal, Itália, Israel, China...

Dezenas de meninos e meninas, com idades entre três e 13 anos, embarcaram nessa viagem cheia de sons com instrumentos de nomes esquisitos (ocarina, zarb, djembê...). E quem liderou a aventura foi a educadora musical Teca Alencar de Brito, professora do departamento de música da USP (Universidade de São Paulo).

Juntos, eles pesquisaram canções tradicionais como “Ó, Rosa Arredonda a Saia”, de Portugal, e “Ayele”, de Gana (ouça abaixo). Músicos profissionais também cantaram e tocaram com essa turma.

E também improvisaram bastante em várias músicas, como nas divertidas “O Macarrão Musical” e  “O Chinês Poliglota” (ouça abaixo).

Teca abriu as portas de seu museu musical para a Folhinha. Conheça no vídeo abaixo mais sobre alguns dos instrumentos usados no CD.

Escrito por Gabriela Romeu às 18h09

Comentários () | Enviar por e-mail | Conta outra? | PermalinkPermalink #

Sábado, 12/12, na Folhinha

Deu a louca na bicharada
Especialistas em comportamento animal explicam fatos curiosos que aconteceram nos últimos meses no mundo dos bichos: guaxinins na fila de ônibus, leão abraçando gente e amizade entre girafa e avestruz

Novata no reino
Saiba o que as crianças acharam do novo filme da Disney, “A Princesa e o Sapo”

Todos os sons
Livro/CD reúne instrumentos de vários cantos do mundo em canções tradicionais ou inventadas por crianças

Novidades na prateleira
Crianças testam brinquedos que chegam às lojas na época do Natal

Escrito por Gabriela Romeu às 15h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Papai noel nordestino

Calças e mangas compridas, botas, luvas e chapéu. Pensando bem, a roupa do Papai Noel não combina muito com as vestes que usamos
aqui no Brasil.

Por isso o artesão Zé do Carmo, 77, de Goiana (PE), há alguns anos resolveu fazer um Papai Noel nordestino, mais a ver com o lugar onde
ele nasceu. Veja só o resultado:


"Vovô Natalino", de Zé do Carmo

O capuz vermelho foi trocado por chapéu de couro; as botas, por sandálias bem fresquinhas, que combinam com o calor do nosso país.
E ele ainda usa um gibão, essa roupa comprida que era usada antigamente no nordeste.

Zé do Carmo ainda era criança quando aprendeu com sua mãe a criar figuras de barro. Desde pequeno, Zé tinha mania de fazer esculturas
com o rosto de quem ele conhecia bem. Esculpia anjos e santos com cara de gente, o que deixava sua mãe bem brava. "Onde já se viu anjo
com cara de nordestino?", as pessoas diziam.

Hoje ele tem um espaço onde expõe seus trabalhos, lá em Goiana (rua Padre Batalha, 103), Pernambuco.

E você, que tal desenhar um Papai Noel bem brasileiro? Mande pra gente sua criação!

Escrito por Gabriella Mancini às 15h23

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sábado, 5/12, na Folhinha

Mascotinhos em campo
Descubra o que é preciso fazer para pisar na grama de um estádio ao lado de seu jogador predileto

Ciência
O mar abriga animais minúsculos e outros imensos

 

 

 

Escrito por Silvia de Moura às 17h23

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Para conhecer um ídolo

Imagens Divulgação

O escritor Ziraldo é autor de livros famosos como "O menino maluquinho"

Você sabe quem é o menino maluquinho? Já ouviu falar daquela cor que não era azul, nem amarelo, nem vermelho e se chamava Flicts? Então você deve conhecer o mineiro Ziraldo Alves Pinto, que é escritor e ilustrador de muitos e muitos livros para crianças e adultos, como "O Menino Maluquinho" e "Flicts".

Neste sábado, dia 05/12, às 19h, o autor vai autografar livros na loja Saraiva Megastore do Shopping Center Norte, em São Paulo. É o lançamento de seu livro "Uma menina chamada Julieta" (Ed. Melhoramentos; R$ 27), que traz a história de uma personagem já conhecida dos fãs, a Juju. Ela adora mexer nas velhas gavetas e descobrir o tempo.

 

Ziraldo diz que Juju é uma menina esperta que sempre soube escolher os modelos de suas roupas, assobia mais forte do que os meninos (aqueles que sabem assobiar) e é a goleira do time, disputada no par ou ímpar. Na escola, ela sempre ensina a conjugação dos verbos para seus colegas, mas não é muito boa em matemática.

Também no sábado, ele comemorará 40 anos de "Flicts" (Ed. Melhoramentos; R$ 27,50; edição comemorativa R$ 59), que foi seu primeiro livro para crianças. Flicts é o personagem principal da história, uma cor que não sabe exatamente qual é o seu lugar no mundo. Ao final do livro, o leitor descobre que Flicts é a cor da Lua. E isso foi confirmado até pelo astronauta norte-americano Neil Armstrong, que viajou até a Lua, vejam só, no mesmo ano em que "Flicts" foi lançado.


Noite de autógrafos com Ziraldo
Quando: sábado, às 19h
Onde: Saraiva Megastore do Shopping Center Norte (travessa Casalbuono, 120, térreo, Loja 400/414, Vila Guilerme)
Preço: grátis

Escrito por Camilla Costa às 18h25

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Histórias para o Natal

Se você é daqueles que não gosta de ler aqueles contos tradicionais que sempre aparecem nesta época do ano, preste atenção nesses dois livros recém-lançados:

Imagens Divulgação

Aventura emprestada

O escritor precisava criar um conto de Natal que não fosse sentimental, como todos os outros. Depois de muito pensar, sem encontrar uma boa história, foi conversar com seu amigo Auggie Wren, que contou como o ladrão que roubou sua loja acabou deixando seu Natal menos solitário. No livro “Conto de Natal de Auggie Wren” (Cia. Das Letras, R$ 36), o escritor americano Paul Auster mostra que existem maneiras diferentes de deixar as pessoas felizes em qualquer época do ano.

Tal mãe, tal filha

Siobhán perdeu sua mãe quando era bem pequena e, agora, só consegue se lembrar de pequenos detalhes, como o jeito que ela contava piadas e ajudava a menina a subir em árvores. No livro “É a cara da mãe”, do irlandês Roddy Doyle (Ed. Record, R$ 24,90), uma moça misteriosa aparece para ensinar à menina um truque muito eficiente, que fará com que ela se lembre da mãe sempre que quiser. A história, com ilustrações de Freya Blackwood, fala sobre como as pessoas que nós gostamos sempre deixam um pouco de si com a gente.

Escrito por Camilla Costa às 20h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um dia na fazenda

Foto Divulgação

Crianças alimentam os animais e até cozinham na minifazenda Pet Zoo

Você sabe como ordenhar uma vaca? E alimentar ovelhas? E que tal fazer pão? Se ficou com vontade de aprender alguma dessas atividades, pode ir passar um dia na minifazenda Pet Zoo, em Cotia (a 35 quilômetros de São Paulo). Além de dar comida a cabras, pássaros, porcos e ovelhas, você ainda conhece a vaca Girassol e descobre coisas curiosas sobre cada bicho.
A fazendinha também tem uma programação de atividades que dura o dia inteiro e inclui mexer na horta, conhecer o minhocário, andar a cavalo e fazer tirolesa, entre outras.
 
Durante a semana, só nestas férias, você poderá fazer oficinas de culinária, brinquedos de material reciclável, papel machê, plantio de mudas em vasos, fabricação de máscaras e até uma gincana com direito a corrida de saco, ovo na colher e caça ao tesouro. Ainda há uma pausa para o almoço caseiro, feito com ingredientes fresquinhos!
 
Pet Zoo
Onde: estrada de Caucaia do Alto, 4.101, Cotia, SP (tel. 00/xx/11/4158-1664). Acesso pelo Km 39 da Rodovia Raposo Tavares
Quando: até 20/12, aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h; de 9 a 31 de janeiro, de terça a domingo, das 10h às 17h
Quanto: R$ 20; grátis para menores de dois anos e maiores de 60

Escrito por Camilla Costa às 15h12

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog da Folhinha O blog da Folhinha é um espaço virtual para interação das crianças com o suplemento impresso publicado pela Folha de S.Paulo aos sábados. É produzido pela editora, Patrícia Trudes da Veiga, pela editora-assistente, Gabriela Romeu, além de outros colaboradores.
Mapa do Brincar

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.