Blog da Folhinha

Um espaço de interação com a criança

 

Os favoritos

Chris Pizzello/AP

Foi no último sábado que aconteceu em Los Angeles, nos Estados Unidos, o "Kids' Choice Awards". O prêmio é como o "Meus Prêmios Nick" daqui, então as crianças norte-americanas é que elegem quem foram seus favoritos do ano. Nesta 22ª edição, eles receberam mais de 90 milhões de votos.

Como era de se esperar, Jonas Brothers, Miley Cyrus, Bob Esponja, Miranda Cosgrove e "High School Musical" levaram para casa as estatuetas. Confira abaixo alguns dos premiados:

Filme Favorito: "High School Musical 3 - Ano da Formatura"

Chris Pizzello/APAtriz Favorita de Cinema: Vanessa Hudgens, por "High School Musical 3 - Ano da Formatura"

Animação Favorita: "Madagascar 2"

Voz Favorita em Animação: Jack Black, interpretando Po em "Kung Fu Panda"

Cantora Favorita: Miley Cyrus

Grupo Favorito: Jonas Brothers

 Chris Pizzello/AP

Programa Favorito: "iCarly"

Ator Favorito de TV: Dylan Sprouse, de "Zack & Cody: Gêmeos em Ação"

Atriz Favorita de TV: Selena Gomez, de "Os Feiticeiros de Waverly Place"

Desenho Favorito: Bob Esponja

Melhor Game: "Guitar Hero World Tour"

Escrito por Equipe da Folhinha às 14h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Belinky nos palcos

Os belos versos de "Um Caldeirão de Poemas", de Tatiana Belinky viraram peça que está em cartaz a partir de sábado na Casa das Rosas. Na peça, trêz bruxinhas tiram rimas, versos e estrofes de seu caldeirão e custa R$ 10. E no dia sábado, às 16h, ainda tem bate-papo com a escritora, logo antes da estreia.

E também tem contação de histórias, oficinas de dança e poesia, literatura de cordel e livros de pano, tudo grátis em abril na Casa da Rosas. Confira abaixo a programação:

Oficina de livro de pano
Quando: 9, 16, 23 e 30/4, das 16h às 17h30
Para quem tem mais de sete anos
Grátis
 
Oficina de poesia
Quando: 7 e 14/4, das 16h às 17h
Grátis
 
Oficina de dança e poesia
Quando: 4, 11, 18 e 25/4, das 11 às 13h
Grátis
 
Cordel
Quando: 4 e 18/4, das 14h30 às 15h30
Grátis

   Um caldeirão de poemas, de Tatiana Belinky
   Onde: Casa das Rosas (av. Paulista, 37; tel. 
   0/xx/11/3285-6986)
   Quando: 4, 5, 11, 12, 18, 19, 25 e 26/4, às 17h
   Para quem tem mais de dez anos
   Quanto: R$ 10

Escrito por Equipe da Folhinha às 14h49

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Para "parangolar"

O grupo mineiro Emcantar acaba de lançar um kit com CDs, filme e livreto cheio de brincadeiras musicais. Tem "Escravos de Jó", "Viuvinha", "Da Abóbora Faz Melão", "Boneca de Lata" e "Toque-Patoque", entre outras músicas do kit "Parangolé - Canções e Brincadeiras".

No kit, você ouve e canta as músicas, assiste a um filme sobre a história do menino Brás (que brinca como ninguém!) e ainda aprende dicas para cair na diversão no livreto. O trabalho recém-lançado é resultado de anos de pesquisa da ONG Emcantar, liderada pelo filósofo Marco Aurélio Querubim, um mineiro de Araguari que brincou à beça nos quintais de terra quando era menino.

E ele continua levando a brincadeira a sério. "Há brincadeiras da nossa infância e outras que a gente foi aprendendo", diz. Ele explica que o livreto não é um manual das brincadeiras. "Não colocamos um passo-a-passo a brincadeira. Cada um pode recriá-la como quiser."

Abaixo, confira trailer do filme e ouça a música "Corre-Cutia" - e leia mais sobre o assunto na Folhinha de hoje. Depois, que tal chamar a turma para brincar?

 

Escrito por Equipe da Folhinha às 10h43

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bate-papo com o Selvagem

Richard Rasmussen, 39, já enfrentou insetos, carnívoros, mamíferos... E, na Folhinha de amanhã, enfrenta também a curiosidade das crianças! Ele responde às perguntas dos alunos dos colégios Montessori Santa Terezinha e Domus Sapientiae e fala sobre as aventuras que vive apresentando o “Selvagem ao Extremo” (TV Record). Confira abaixo algumas das respostas do Selvagem.

Como você escolhe os lugares para encontrar esses animais?
VINICIUS HIROSHI, 10
Pesquisamos os locais que vamos visitar para ter uma ideia do que podemos encontrar e o que mais nos interessa mostrar. É claro que muitas surpresas acontecem pelo caminho, mas é isso que, na minha opinião, dá mais entusiasmo no trabalho.

Você não acha perigoso o seu trabalho?
RAUL PEREZ MODERIANO, 8
O meu trabalho é tão perigoso quanto tantos outros, como o de mergulhadores, paraquedistas, policiais ou bombeiros. Toda profissão que se expõe a situações externas oferece algum risco. Porém é um risco de certa forma calculado. Nós temos os meios, o equipamento e o conhecimento para evitar a maioria dos acidentes.

Se você não fosse um biólogo. o que você gostaria de ser?
SOFIA HARUMI, 8
Certamente eu trabalharia com algo relacionado à natureza. Poderia ser veterinário, guia turístico, fotógrafo, cineasta, sei lá, qualquer coisa que me possibilitasse viajar e conhecer o planeta e os seres vivos que vivem nele.

Qual o seu animal favorito?
LUCAS FELIPE FRANÇA, 9
Normalmente é o último com o qual gravei e me entusiasmei. Eu tenho fases em que estou gostando e estudando mais insetos, outras, macacos, outras, peixes. Hoje estou apaixonado pelos quatis que moram na minha chácara, pois acabei de brincar com eles.

Você já achou algum animal estranho ou esquisito nas suas jornadas?
FERNANDA RORATO, 7
Sempre temos essa sorte, e é isso o que mais nos estimula. Você já chegou a olhar de perto um inseto como um besouro, por exemplo? Parecem seres alienígenas. Eu adoro!

Como as cobras fazem suas necessidades fisiológicas?
LEONARDO NAKANO, 9
As serpentes, como nós, expulsam os restos não aproveitados de alimentos e líquidos em forma de xixi e cocô. A única diferença é que elas têm somente um escapamento para a saída desses restos, chamado de cloaca, ou seja, ela faz xixi e cocô junto, diferentemente de nós, mamíferos, que possuímos dois escapamentos, um para a parte líquida e outra para a parte sólida.

Por que as cobras são mansas com você?
VIVIAN LOPES MACIEL, 8
As cobras não são especialmente mansas comigo. O fato é que, normalmente, eu tenho um modo de manusear esses bichos com mais suavidade pelo conhecimento que tenho. E aí o bicho fica mais relaxado. Serpentes não atacam o ser humano, elas se defendem do ser humano.

Você já mexeu com um tubarão branco e com uma arraia?
JULIANA LEAL IBRAHIM, 8
Bem, "mexer" com um tubarão branco não exatamente. Tive a oportunidade de mergulhar com eles, em mar aberto, protegido por uma grade de aço. Foi incrível. Já as arraias são animais bastante tranquilos, tanto as de água doce como as de salgada.

Qual o animal mais venenoso do mundo?
PEDRO HENRIQUE HUANG SALIBA, 8
Bem, a primeira coisa a se considerar nessa sua resposta é entender que, para classificar o mais venenoso, temos de levar em conta uma relação entre o poder de uma toxina ou veneno de um animal e a quantidade injetada. Dessa forma, por exemplo, uma cobra coral verdadeira tem uma toxina mais poderosa do que uma serpente surucucu pico de jaca, porém a surucucu é uma serpente que pode chegar a 4 metros enquanto a coral é uma serpentezinha pequena que raramente passa de 70 cm. Por isso o acidente com a surucucu pode ser mais perigoso do que o com a coral. Os animais mais venenosos do planeta encontram-se entre as serpentes da família dos elapídeos (corais americanas, najas asiáticas e mambas africanas), uma espécie de polvo com anéis azuis da Austrália, os peixes escorpião (checar hífen) distribuídos no Atlântico e Pacífico, as víboras (surucucu pico de jaca (checar hífen) americanas e do gabão) e um molusco chamado de conus, entre muitos outros.

E o mais agressivo?
MATEUS FERREIRA ZAPATA, 8
Os animais não são agressivos gratuitamente. Eles fazem parte de um jogo de presa-predador e, naturalmente, os animais mais predadores são os mais perigosos ao ser humano, como os grandes felinos, crocodilianos, ursos e tubarões. Agora, nenhum desses animais ataca gratuitamente o ser humano, a não ser que esteja caçando ou acredite estar sendo ameaçado. O animal que mais mata seres humanos, por sinal, é um herbívoro, o hipopótamo africano, que sai à noite da água para pastar e não gosta de dividir seu espaço com ninguém.

Você já enfrentou a cobra mais venenosa do mundo?
NATALIE COFINO SERAFINI, 9
Já tive "encontros" com diversas serpentes venenosas, como a jararaca asper, na Costa Rica, a surucucu pico de jaca (checar hífen) e a coral verdadeira, no Brasil, e a boomslang e a víbora do cabo, na África do Sul.

Você gosta de ir aos lagos com jacarés?
JOÃO PEDRO SOARES BATISTA, 8
Eu adoro jacarés, pelo simples fato de que esses animais existem dessa forma que a gente conhece há pelo menos 100 milhões de anos, ou seja, conviveram com os extintos dinossauros, o que faz deles um grupo extremamente vencedor.

Como você começou a fazer o programa? Por que você gosta de fazer isso?
PEDRO HENRIQUE DE SABOIA CAMPOS, 8
Comecei meio ao acaso. Eu já trabalhava com animais silvestres e exóticos em um criadouro conservacionista, um tipo de zoológico, e viajava pelo Brasil conhecendo projetos ambientais, quando surgiu a oportunidade.

Escrito por Equipe da Folhinha às 10h54

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Onde vivem os monstros?

Onde eles estão não sabemos, mas no filme "Onde Vivem os Monstros", que estreia no Brasil em 16/10, eles estão na imaginação de Max. Um garoto que, bravo por ficar de castigo, começa a fantasiar sobre um reino desconhecido cheio de monstros selvagens _e bastante travessuras.

Na verdade, o filme já devia ter estreado há um tempo, mas houve alguns problemas de produção e algumas imagens foram refilmadas. Com a divulgação das fotos, parece que a adaptação do livro de Maurice Sendak finalmente sai!

 

 

Escrito por Equipe da Folhinha às 20h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cinco sentidos

Quem curte os cinco amigos do "Hi-5", programa do canal pago Discovery Kids, vai ter mais uma chance para conferir o show da turma aqui no Brasil. Neste sábado, o elenco latino-americano (não são os mesmos atores da TV) se apresenta em São Paulo com Tata e Jup Jup.

Assista abaixo a um trechinho do espetáculo que já passou por aqui no ano passado.

   Hi-5 Cinco Sentidos
   Onde: Via Funchal (r. Funchal, 65; tel. 0/xx/11/2198-   7718) 
   Quando: 28/3, às 14h e às 17h30. 
   Quanto: de R$ 60 a R$ 120.

Escrito por Equipe da Folhinha às 19h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ai que preguiça!

A repórter Paula Lago fez recentemente uma expedição pela reserva Mamirauá, na floresta amazônica, e conta o que viu por lá na Folhinha de amanhã. Crianças se esbaldando nos rios ou ‘andando‘ para lá e para cá de canoa, mulheres lavando roupa na beira do rio, jacarés-açu de até seis metros de comprimento e filhotes de boto nadando tranquilamente.

Ela até levou um banho de um pirarucu, peixe de rio que é conhecido como "bacalhau da Amazônia". É que o pirarucu costuma subir à superfície para respirar e, quando o barco em que estava a repórter passou, o peixe deu um pulo. Não teve jeito: ela ficou encharcada!

Em visita ao zôo de Manaus, capital da Amazônia, ela flagrou uma preguiça soltinha, soltinha, que estava tentando voltar para alguma árvore. No vídeo abaixo, você confere o passo (nada, nada apressado) desse mamífero. Ai, é tão lento o bichinho que dá até sono... Mas vale conferir!

 

Escrito por Equipe da Folhinha às 13h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Domingo é dia do fã

Meninos vestidos como o bruxinho Harry para estreia do filme em cinema de São Paulo / Marlene Bergamo - 22.nov.2005/Folha Imagem

Você gosta de ação, ficção e magia? Então programe-se para curtir o domingo, dia 22/3, na Estação Ciência, que fica na zona oeste de São Paulo.

É que no Dia do Fã o local irá receber gente que curte Star Wars, Harry Potter, Transformers e Speed Racer, entre outros outros grupos. O pessoal vai fantasiado para comemorar seus personagens preferidos do mundo da TV, dos livros, dos quadrinhos e do cinema.

A Estação Ciência colocou na programação diversas atividades para os fãs-visitantes: caça ao tesouro, jogos, exposições de colecionadores, concurso de fantasias, exibições de filmes e debates.

Confira a programação completa no site da Estação Ciência.

>> Anote na agenda
O quê: Dia do Fã
Quando: dia 22/3, das 9h às 18h
Onde: Estação Ciência (r. Guaicurus, 1.394, Lapa, tel. 0/xx/11/3673-7022)
Dia: 22/3, domingo, das 9h às 18h
Quanto: o valor da entrada (R$ 2) e a doação de 1 kg de alimento não-perecível

Escrito por Equipe da Folhinha às 19h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Batucando com o Barba

DivulgaçãoA garota Vitória Dell’Aringa Rocha, 10, é assídua repórter mirim da Folhinha. Ela foi ao show “Indivíduo Corpo Coletivo”, do grupo Barbatuques, em São Paulo, e mandou pra gente sua opinião sobre o espetáculo - seu texto está publicado na Folhinha de hoje. Curiosa, ela também bolou perguntas para o fundador do grupo, Fernando Barba. Leia trechos da entrevista, que foi feita por e-mail, a seguir.

Desde a Pré-História, imagino, o homem já usava o corpo para emitir sons. Por que você acha que o homem teve que criar um monte de instrumentos, para, só então, redescobrir a verdadeira “banda” que é o próprio corpo dele?
Fernando Barba -
Puxa, que boa pergunta! Acho que o homem nunca esqueceu esse seu primeiro instrumento, só que, com a chegada de tantos outros instrumentos acústicos, elétricos e eletrônicos, talvez o corpo tenha ficado em segundo plano. A música corporal existe por todo o mundo, em cada lugar ela tem um sotaque diferente.

Vocês ficam horas se “barbatucando”? Não dói o corpo?
Barba -
Como fazemos percussão corporal há muito tempo, já aprendemos uma forma de tirar o som sem ter que usar muita força. Os movimentos têm de ser orgânicos e tirar proveito da ação da gravidade, para que sejam leves.

Por que você tirou a barba, já que ela faz parte da inspiração para o nome do grupo? Todo mundo conhece você por “Barba”...
Barba -
HAHAHA! Eu gosto muito de mudar. Então, uma hora cansei da barba e resolvi tirá-la. O que nem todo mundo sabe é que o meu apelido vem por causa do meu sobrenome Barboza. Aliás, quando ganhei esse apelido, eu ainda não tinha nenhum fio de barba. A minha barba era só um cavanhaque e não interferia nos sons.

O que é preciso para ser um “barbatuque”?
Barba - É preciso ter essa mania boa de batucar no corpo e de improvisar sons e ritmos. Para fazer os shows, é preciso conhecer bem cada som e cada técnica, fazer fazer um trabalho de preparação corporal e vocal e ter um espírito aberto para conhecer novas culturas e novas maneiras de expressar essa arte do corpo. 

Você tem algum plano para também formar um grupo só de crianças, o “Barbatuques Mirim”?
Barba -
Na verdade, esses grupos já existem por aí, embora não sejam coordenados por nós. Existe uma ONG na periferia de Brasília chamada Instituto Batucar, que gerou a criação de um grupo grande de crianças chamado Batucadeiros. Eles são incríveis e fazem um batuque muito bom com o corpo.

Esse novo show traz canções novas. Já é preparação para um novo CD? Já tem data para sair?
Barba -
Ainda não temos data para registrar esse novo show, mas vamos, sim, futuramente, transformá-lo em CD ou DVD. “Indivíduo Corpo Coletivo” também é o título de um documentário, que está presente em nosso DVD Corpo do Som ao Vivo, lançado no ano passado. Em maio, vamos novamente aos EUA e, no final de julho, faremos algumas apresentações na Europa. Estamos procurando apoiadores para levar esse novo espetáculo do Barbatuques para uma turnê nacional. Felizmente, esse ano devemos fazer mais apresentações pelo Brasil. Faz parte de nossos planos também um CD infantil no ano que vem.

Como você se sente sendo o “maestro da orquestra Barbatuques”?
Barba -
Muito contente! Principalmente por saber que o resultado do nosso trabalho inspira e emociona diferentes pessoas ao redor do mundo. Eu me sinto parte de uma grande comunidade de pessoas, que compartilham esse gosto por transformar o corpo em uma fonte infinita de música, comunicação e sensibilidade. Essa atividade traz um valor de respeito ao corpo e respeito às diferenças.

Escrito por Equipe da Folhinha às 11h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

De olho na geladeira (e na TV)

Nesta semana, o Instituto Alana e o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) divulgaram uma pesquisa que promete fazer muita gente pensar melhor sobre os alimentos feitos para crianças e as propagandas desses produtos.

Na pesquisa, foram estudadas 12 empresas que fabricam alimentos e bebidas voltadas para o público infanto-juvenil, vendidos em vários países do mundo. Essas empresas se comprometeram em outros países e junto à OMS (Organização Mundial de Saúde) a fazerem produtos mais saudáveis e a mudarem o jeito como fazem propaganda deles para crianças.

Por exemplo, as empresas iriam fazer bolachas, sanduíches e sucos com menores quantidades de açúcares, gorduras e calorias. Além disso, elas não iriam fazer propagandas para menores de 12 anos quando o produto não seguisse essas regras de alimentação saudável.

E foram as próprias empresas que estabeleceram essas regras. Até quando o assunto era decidir o que era um alimento saudável, eram elas que diziam quais eram os níveis ideais de gorduras e açúcares, por exemplo.

Só que, segundo a pesquisa dos dois institutos, essas empresas não seguem esse mesmo modelo nos produtos que vendem no Brasil. É que, aqui, elas fazem propagandas voltadas para o público infantil e também vendem produtos que não seguem as regras do que elas disseram ser saudável nesses compromissos.

 

Confira exemplos de empresas e produtos divulgados na pesquisa

>> O combo BKids, da lanchonete Burger King, tem mais calorias, mais sódio e mais gorduras do que a empresa estabeleceu como sendo saudável nos compromissos. E, se a rede de fast food seguisse aquelas regras, não faria propaganda desse combo para crianças.

>> Em outros países, a Coca-Cola se comprometeu em não anunciar qualquer produto para crianças menores de 12 anos, independentemente de serem saudáveis ou não. Mas, por aqui, ela faz propagandas dos sucos Kapo e tem no ar um site cheio de joguinhos e coisas para crianças.

>> O Danoninho, da Danone, também não segue as normas de alimentação saudável que a empresa prometeu seguir em outros países: aqui, ele tem mais calorias e mais gorduras.

>> A Ferrero é outra empresa que disse que não faria propagandas para o público infantil. Mas, no Brasil, a empresa tem um site para o Kinder Ovo, cheio de joguinhos, sem contar o personagem que chama bastante a atenção das crianças.

>> O Sucrilhos, da Kellog’s, até atende os critérios de alimentação saudável que a empresa segue no exterior, só que eles são mais flexíveis e permitem que o produto tenha uma quantidade um pouco elevada de açúcar e de sódio.

>> Se a Kraft Foods aplicasse no Brasil as mesmas regras que adotou em outros países, ela não poderia fazer propaganda aqui dos biscoitos Trakinas. É que o site e as propagandas do produto são feitas para chamar bastante a atenção das crianças. Também porque ele tem mais calorias e gorduras e menos vitaminas e minerais do que a empresa considera saudável nos compromissos em outros países.

>> O McLanche Feliz, do McDonald’s, também não segue o que a lanchonete diz que é saudável nos compromissos internacionais. Se o combo vier acompanhado de suco de laranja, por exemplo, ele tem mais gorduras e 600 calorias a mais do que o limite.

>> O Toddynho vendido no Brasil também tem mais gorduras do que a Pepsico estabeleceu como sendo saudável nos acordos internacionais.

>> Desde março do ano passado, a Cadbury Adams se comprometeu em outros países a não fazer propaganda para crianças menores de 12 anos. Mas, por aqui, tem um site para o Bubbaloo cheio de joguinhos e até um personagem próprio.

>> A Nestlé anunciou que iria adotar as regras que usa lá fora aqui no Brasil, mas isso ainda não aconteceu. Ela continua fazendo propaganda para quem tem menos de seis anos, e o Snowflakes, por exemplo, tem mais açúcar e mais sódio do que os limites da empresa.

 

E daí?

E qual é o problema de comer alimentos com mais açúcares, sódio e gorduras do que o que é considerado saudável? É um baita problemão.

Segundo o cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração Carlos Daniel Magnoni, quando consumidos em excesso, esses alimentos estão ligados a doenças como diabetes, níveis elevados de colesterol, hipertensão e obesidade.

Além disso, como as propagandas associam esses alimentos a personagens conhecidos, a sites com joguinhos ou a comerciais divertidos, eles acabam fazendo com que você consuma quantidades maiores do que deveria.

"Não se pode associar alimentação com diversão", explica. "Esses alimentos não precisam deixar de existir, mas as pessoas precisam aprender a se alimentar de maneira equilibrada. O jeito como as propagandas são feitas só confundem e fazem com que elas adquiram hábitos não saudáveis."

Nem todo mundo concorda. Stalimir Vieira, assessor especial da presidência da Abap (Associação Brasileira de Agências de Publicidade, diz que o problema não são as propagandas dos alimentos, mas a qualidade deles. "A questão não é proibir a publicidade, mas, se dizem que estão anunciando veneno, então tem que analisar bem do que são feitos esses alimentos. Não se pode vender veneno. Se o alimento fosse saudável, não veriam problemas na propaganda", diz o publicitário, dando como exemplo as maçãs que levam a marca da Turma da Mônica.

E ainda tem os brinquedinhos

Além dessa discussão aí de cima, lanchonetes de fast food como o Burger King, o Bob’s e o McDonald’s também estão no centro dos debates dos especialistas por causa dos kits que incluem brinquedos nas promoções de sanduíche. Na reportagem de Clarice Cardoso da Folhinha de amanhã, você vai entender porque esse tipo de brinde pode estar com os dias contados.

Escrito por Equipe da Folhinha às 17h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jonas no Brasil

Agora é oficial! Está lá no Myspace da banda: Jonas Brothers virá ao Brasil este ano! Eles se apresentam no dia 23 de maio em São Paulo (bem, o site oficial diz que será em "Sao Paolo", mas a confirmação é o que vale né?) e no dia 24 no Rio -confira aos 15 segundos do vídeo abaixo. Ah, e em breve tem também a estreia de "Jonas Brothers: The 3D Concert Experience" nas telonas. Enquanto o filme e os tiro não chegam, vá pensando: que música não pode faltar nas apresentações?

Escrito por Equipe da Folhinha às 15h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O parabéns da Barbie

Divulgação

Ontem, foi comemorado o aniversário da Barbie no shopping Cidade Jardim, em São Paulo. A festa foi meio tumultuada, com muita gente e muito calor. E tinha mais adultos do que crianças, que se esbaldaram com balinhas e bolinhos. Um dos destaques da festa foi um desfile de modelos vestidas em versões diferentes da boneca, década a década, desde 1959.

DivulgaçãoMas o que garantiu a diversão mesmo foi o Museu Encantado Barbie, no último andar do shopping. Um bolo cor-de-rosa, com uns três metros de altura, trazia alguns destaques das 500 bonecas do colecionador Carlos Keffer. Lá estava a a primeira Barbie, lançada em 9 de março de 1959. Ela usava um maiô listrado e tinha os olhinhos saltados, com um rosto bem diferente das que fazem sucesso hoje.

Em outras salas, a exposição era dividida em diferentes temas (cenas da vida, noivas, astros e outros). A mostra tem Barbie de tudo quanto é jeito: princesa africana, roqueira, estrela de cinema, dama antiga, astronauta. Vale uma visita ao museu, que está bem cuidado em todos os detalhes.

Confira mais informações aqui.

 

   Museu Encantado Barbie
   Onde: shopping Cidade Jardim (av. Magalhães de Castro, 12.000)
    tel. 0/xx/112971-8700)
   Quando: Quando: de 10 de março a 31 de julho de 2009. De terça
   a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos, das 12h às 18h. 
   Quanto: grátis; estacionamento no local
  
(R$ 6 as duas primeiras horas).

Escrito por Equipe da Folhinha às 18h56

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barbie é cinquentona

Divulgação/Barbiemedia.com

A boneca mais famosa do mundo, a Bárbara (ooops, a Barbie), vai cantar parabéns no dia 9 de março, segunda-feira. A moça loira de cintura fina vai comemorar 50 anos. Ela foi criada em 1959 pela empresa norte-americana Mattel e foi lançada no Brasil em 1982 pela Estrela. Nessas cinco décadas conquistou muitos fãs, mas nem todo mundo gosta da boneca.

Para produzir a Folhinha que é publicada amanhã, a jornalista Clarice Cardoso mergulhou nesse universo cor-de-rosa para conhecer a história da boneca e descobrir o que as crianças pensam sobre o brinquedo.

Para aquecer, confira abaixo um vídeo que mostra a evolução da boneca e de seus acessórios ao longo do tempo e leia nos posts abaixo 50 curiosidades sobre a boneca.

Escrito por Equipe da Folhinha às 16h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barbie: nas décadas

>> Criada em 1959, o nome da boneca Barbie é um diminutivo de Bárbara, nome da filha de Ruth Handler (abaixo), que é cofundadora da Mattel. E o nome completo da boneca é Barbie Millicent Roberts. Ela é de Willows, em Wisconsin, nos Estados Unidos.

07.fev.99/Reuters

>> A primeira casa da boneca, criada em 1960, era feita de papelão e já vinha com acessórios e móveis. Veja abaixo um comercial norte-americano da época (em inglês) que mostra como era a tal residência.

>> O primeiro carro da boneca foi um Austin conversível salmão, lançado em 1961.

>> Em 1962, aos sete anos, ela ganhou pela primeira vez um novo estilo de cabelo, curto e moreno, inspirado na então primeira dama americana Jackeline Kennedy.

>> As casas dos finais dos anos 60 vinham numa maleta que, quando aberta, virava a residência da boneca.

>> A primeira celebridade a ganhar uma versão da Barbie foi a modelo Twiggy, em 1967, famosa nos anos 60. Desde então, Cher, Lindsay Lohan e Elizabeth Taylor também ganharam suas próprias versões.

>> Barbie ganha uma amiga negra: a Christie, em 1968.

>> Em 1969, ano em que o homem pisou na Lua, a Barbie foi lançada na versão astronauta (abaixo). Mas, nas cinco décadas, a boneca já teve mais de cem profissões.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> A primeira Barbie negra surgiu em 1980. Era uma rainha da discoteca. Antes, ela tinha amigas negras.

>> Em 1986, ela ganhou sua própria banda, chamada “Barbie and the Rockers” (Barbie e as roqueiras, em inglês). Veja um "clipe" (em inglês) abaixo.

 >> Em 1990, ela ganhou também um grupo de rap, chamado “Barbie and the Beats”.

>> Em 1992, a boneca cometeu uma gafe e tanto. É que uma versão que falava 270 frases dizia: “Aula de matemática é difícil!” Ela foi alvo de vários protestos, e Mattel norte-americana logo retirou essa frase do repertório.

>> Como toda grande celebridade, Barbie também ganhou uma réplica num museu de cera em 1993. Ela fica no Museu de Cera de Grévin, em Paris.

>> Em 1997, ela ganhou a amiga Becky, a primeira cadeirante.

>> Criado em 2000, o trailer da boneca foi um dos acessórios mais vendidos. Ele ganhará nova versão neste ano.

>> O ano 2000 foi marcante na vida da boneca: foi quando ela ganhou um umbigo (abaixo). É estranho, mas a boneca não tinha esse buraquinho na barriga.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> A Barbie nunca ficou grávida. Quem engravidou e teve filhos foi sua amiga Midge, em 2002. E, apesar dos inúmeros vestidos de noiva, ela também nunca se casou.

>> Em 2002, a Barbie foi parar até na calçada da fama, em Hollywood (CA), nos EUA. Abaixo, Barbara Segal, a filha de Ruth Handler, põe as mãos da boneca no gesso da calçada.

13.nov.02/Associated Press

>> Barbie e Ken namoraram mais de 43 anos! Eles terminaram o namoro em 2004 (justo no Dia dos Namorados!), mas parece que vão reatar.

>> Em 2006, uma das maiores coleções da Barbie já vendidas tinha 4.000 bonecas e foi arrematada por mais de US$ 211 mil.

>> Em 2008, o site oficial da boneca recebeu mais de 21 milhões de visitas e, por isso, ficou entre dez mais acessados pelas crianças brasileiras.

>> Na Semana de Moda de Nova York (EUA) de 2009, que aconteceu no mês passado, 50 estilistas criaram modelos exclusivos em comemoração ao aniversário da Barbie. Entre eles estava o brasileiro Amir Slama, da Rosa Chá.

>> Na última edição da Feira do Brinquedo de Nuremberg, em 2009, até a chanceler alemã Angela Merkel teve sua versão de boneca Barbie.

>> Neste final de semana, será inaugurada em Xangai, na China, uma megastore especial da Barbie (abaixo). Além de salão de beleza e de acessórios para a boneca, os visitantes vão poder desenhar roupas especiais para a boneca e ir a uma discoteca exclusiva. Há planos para abrir lojas semelhantes no Brasil e no México.

Associated Press

>> Em 2009, a Barbie vai deixar de ser princesa e vai virar uma menina mais preocupada com o que acontece no Mundo. Isso vai acontecer no DVD “Barbie e as Três Mosqueteiras”.A boneca já foi nadadora, patinadora e até ginasta. Este ano, o esporte da vez é o golfe.

>> Em Buenos Aires (Argentina), está localizada a primeira Casa da Barbie, inaugurada em 2007. Lá, tem salão de beleza, casa de chá e loja de roupa para se vestir igual à boneca.

Escrito por Equipe da Folhinha às 15h59

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barbie: em números

>> A Mattel, a empresa que faz a Barbie, não diz quantas bonecas já foram vendidas nessas cinco décadas. Mas conta que, se todas as Barbies e todos os seus parentes vendidos nesses 50 anos fossem colocados um ao lado do outro, essa fila daria mais de sete voltas ao mundo. Será?

>> A Barbie tem cinco irmãs (Skipper, Tutti, Stacie, Kelly e Krissy), um irmão (Todd) e duas primas (Francie e Jazzie).

>> Um total de 1 bilhão de roupas já foram produzidos para a boneca e seus amigos.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> Entre todas as versões da Barbie, a mais vendida foi a “Tottaly Hair”, que tinha um cabelão que ia até o tornozelo.

>> A boneca já teve mais de 50 bichos de estimação - poodle, panda, cavalo, papagaio, gato, chimpanzé e até uma zebra.

>> Uma edição original e conservada da primeira boneca, criada em 1959, pode custar até US$ 27.450 hoje.

>> Todo ano, cerca de 80 novos produtos Barbie chegam ao Brasil. No total, há cerca de 3.000 produtos licensiados anualmente no país.

>> O inglês Tony Mattia tem 1.125 bonecas em sua coleção, que foi parar até no Guinness. Ele garante que muda a roupa delas no mínimo uma vez por mês!

>> A Barbie mais cara do mundo é uma edição especial da princesa do filme “Castelo de Diamante”, que tem 318 pedras preciosas em sua roupa.

>> A Mattel diz ser a maior fabricante de roupas do mundo. Isso porque ela já usou quase cem milhões de metros de tecido só para fazer as roupinhas da boneca e de suas amigas.

>> Ela já representou 45 nacionalidades. Já apareceu como indiana, espanhola (abaixo, versão de 1983), japonesa, mexicana...

Divulgação/Barbiemedia.com

>> A Barbie já conta com 1 bilhão de pares de sapato criados em 50 anos.

>> A Mattel estima que as meninas americanas com idades entre 3 e 6 anos têm, em média, 12 bonecas Barbie.

>> Há cerca de mil canais no YouTube e 300 páginas no Facebook dedicados à boneca. E 50 milhões de pessoas já passaram pelos seus sites oficiais. Em março, ela também vai ganhar um blog, assinado por “ela mesma”, em inglês.

>> Ela já estrelou 14 filmes, lançados em DVD. Reunidos, eles já venderam 60 milhões de unidades. Neste ano, serão lançados outros dois: “A Pequena Polegar” e “Barbie e as Três Mosqueteiras”.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> A boneca também já “atuou” como atriz de cinema. Há réplicas de Elle Woods, personagem de “Legalmente Loira”, de Rose, de “Titanic”, da protagonista de “Mary Poppins” e até a de “King Kong”.

Escrito por Equipe da Folhinha às 15h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barbie: na fábrica

>> O processo de colocar maquiagem no rosto da boneca leva até três horas na fábrica. Isso deve ser feito levemente, para que nenhuma pincelada fique marcada.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> Para criar o novo visual de uma única boneca, são precisos cem profissionais, contando designers, costureiras e estilistas. Eles usam uma boneca de borracha para fazer as provas.

>> Fã de maquiagem, a cor de sombra favorita da Barbie é a marrom: ela tem 300 tonalidades de marrom em seu kit.

>> Na hora de criar um novo rosto, 15 artistas se reúnem para definir como será a nova maquiagem da boneca.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> O cabelo da boneca tem sete tonalidades de loiro, que são combinados de jeitos diferentes para criar luzes e efeitos. Depois de costurados, escovados e estilizados, os fios são secos numa espécie de secador como os usados por cabelereiros. Ah, para manter o penteado ela usa, um gel foi desenvolvido especialmente para ela.

Divulgação/Barbiemedia.com

>> Os acessórios, dos brincos aos sapatos, são desenhados a mão e depois esculpidos em cera.

>> Para manter o estilo, a Barbie já ganhou roupas desenhadas por 70 estilistas famosos, como Christian Dior, Chanel, Versace e Alexandre Herchcovitch. Outros 146 designers também já inventaram moda para a boneca.

Divulgação/Barbiemedia.com

Escrito por Equipe da Folhinha às 15h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Troca-troca

SXC

Oito parques de São Paulo vão virar local para um verdadeiro troca-troca de livros e gibis. É a Feira de Troca de Livros e Gibis, coordenada pelo Sistema Municipal de Bibliotecas.

O evento vai acontecer até o final do ano, em dias determinados, sempre aos domingos, das 10h às 15h. Mas não é recomendável levar livros didáticos ou muito surrados (velhinhos) para a troca - ou você vai querer levar algum rasgado para casa?

Confira a programação da feira:

>> Dia 8/3, no parque Buenos Aires (av. Angélica, s/nº, altura do 1.500, Higienópolis)

>> Dia 5/4, no parque Anhanguera (av. Fortunata Tadiello Natucci, 1.000, km 24,5 da Anhanguera, Perus)

>> Dia 17/5, no parque Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, Vila Nova Conceição)

>> Dia 7/6, no parque do Carmo (av. Afonso de Sampaio e Souza, 951, Itaquera)

>> Dia 2/8, no parque do Piqueri (rua Tuiuti, 515, Tatuapé)

>> Dia 13/9, no parque da Luz (praça da Luz, s/nº, centro)

>> Dia 4/10, no parque Cidade de Toronto (av. Cardeal Motta, 84, City América)

>> Dia 8/11, no parque Santo Dias (estrada de Itapecerica, altura do 4.800, Capão Redondo)

Escrito por Equipe da Folhinha às 18h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Big Brother" do Cartoon

Amanhã tem desenho novo na programação do canal pago Cartoon Network. Quer dizer, na verdade tem um "reality show" novo. Mas os personagens são desenhos animados, entendeu?

Em "Ilha dos Desafios", 22 adolescentes dos tipos e personalidades mais variados vão parar numa ilha secreta e têm de passar por provas e sobreviver para ganhar o prêmio final. Um é eliminado a cada semana. Lembra bastante um programa do tipo que passava por aqui na TV Globo.

Lá, eles têm de sobreviver no Acampamento Wawanakwa famoso por suas cabanas caindo aos pedaços, pela comida horrível e pelo monte de insetos por todo o lado. Isso sem contar os problemas de relacionamento que podem surgir entre o nerd e o surfista, o gótico e a patricinha, o atleta e o baladeiro... O resultado até que é divertido.

O programa estréia amanhã às 19h30 e será reprisado às 23h30. E vai ao ar todas as quintas no mesmo horário (o episódio da semana anterior é reprisado sempre meia hora antes).

Escrito por Equipe da Folhinha às 15h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O quarto "HSM"

Bom, pelo menos segundo a revista americana Variety, especializada em entretenimento, o quarto filme de "High School Musical" vai mesmo ser feito. Mas, como seus personagens se formaram na versão anterior, Zac Efron, Vanessa Hudges, Ashley Tisdale e companhia não darão as caras mais. Se confirmado, o filme deve sair em 2010 e estrear direto no Disney Channel, como os dois primeiros.

Escrito por Equipe da Folhinha às 21h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os Wildcats comemoram

No dia 4/3, chega às lojas o DVD de "High School Musical 3: Ano da Formatura" e, para comemorar, vai acontecer um monte de atividades pelo país. Em várias lojas, um casal de bailarinos vai ensinar a coreografia de "Now or Never". E também vai dar para vestir beca vermelha e chapéu para posar de formando de East High (com direito a diploma e tudo!).

O filme estará à venda em quatro formatos: DVD simples (R$ 39,90), DVD duplo (R$ 44,90), DVD e camiseta (R$ 49,90) ou DVD e CD (R$ 44,90).

Confira abaixo os dias e horários das atividades na sua cidade.

Em São Paulo, tem oficina com os dançarinos no sábado, dia 7/3, das 11h às 14h, na Saraiva Ibirapuera, e das 16h às 19h, na Livraria da Vila do Shopping Cidade Jardim. No domingo, dia 8/3, os dançarinos também estarão das 13h às 15h, na FNAC Morumbi, e das 17h00 às 20h, na Saraiva Analia-Franco. No sábado, dia 14/3, eles retornam das 11h às 13h, na FNAC Pinheiros, das 14h às 17h, na Saraiva Morumbi, e das 19h às 22h, na Saraiva Higienópolis.

Em Campinas, também tem aula de dança, no dia 15/3,das 18h às 21h, na Saraiva Campinas. E eles também estarão no Rio de Janeiro no dia 21/3, das 13h às 15h30, na Saraiva Rio Sul (Botafogo), e das 17h30 às 20h30, na FNAC Barra.

Já as oficinas de fotos acontecem em Porto Alegre no dia 15/3, às 17h na Saraiva Porto Alegre, e em Brasília no dia 21/3, às 16h, na Saraiva Brasília.

Escrito por Equipe da Folhinha às 13h49

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog da Folhinha O blog da Folhinha é um espaço virtual para interação das crianças com o suplemento impresso publicado pela Folha de S.Paulo aos sábados. É produzido pela editora, Patrícia Trudes da Veiga, pela editora-assistente, Gabriela Romeu, além de outros colaboradores.
Mapa do Brincar

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.